quarta-feira, 6 de agosto de 2008

May the force be with you

Olha, se tem uma coisa que eu NÃO posso fazer, é reclamar de tédio. A minha vida anda muito agitada este ano.
E esse final de semana ganhou de todos!
Depois de confirmar e desconfirmar várias vezes a Junket Press de “StarWars: The Clone War”, na sexta-feira, as 4h30, o Gustavo, da CDN – assessoria de imprensa da Warner, me liga dizendo: “você vai hoje, seu vôo é as dez e meia e você tem que estar no aeroporto as oito, ok?” OK!!!!!!!!!!!!
Voei pra casa, porque sexta é meu rodízio. Enquanto arrumava a mala, a Karina imprimiu minha passagem e enviou para minha casa via motoboy. As sete e meia o motorista passou para me pegar e um pouco antes nas nove (graças ao trânsito caótico) eu estava no Check in da American Airlines.
Encontrei com o Merten, do Estadão, e pra lá fomos. Nosso vôo parava em Miami e pegaríamos um outro avião para São Francisco depois. Tínhamos aproximadamente uma hora e meia para fazer isso. Mas ficamos uma hora na Alfândega, por causa das imensas filas. E os minutos indo... e nós aflitos... corremos até o portão de embarque e chegamos lá a porta já estava fechada, já tinham embarcado todo mundo. Acho que a nossa cara de desespero era tão grande que a mulher abriu a porta do portão de novo e nós dois fomos as últimas pessoas a entrar no avião, suando feitos loucos. Mas ufa, conseguimos. Fortes emoções.
Fizemos nosso check-in no hotel e eu descobri que não tinha reserva para uma segunda noite. Ai meu Deus. As seis da tarde, todos pegamos um ônibus e fomos até os a Lucas Films, em Presídio – San Francisco. Fizemos um tour pelo prédio, com direito a maquetes e réplicas de dos filmes StarWars, incluindo o original do Han Solo congelado! Pára tudo! Só que nós fomos proibidos de levar câmeras fotográficas... Buuuu... E no cinema de lá mesmo, vimos o filme. Eu gostei, é bem para criança, mas tem umas cenas incríveis.
No dia seguinte, o ônibus para o Skywalker Ranch saia as oito da manhã, e eu tive que acordar cedo para fazer o Check-out, porque não tinha mais hotel aquele dia (!).
E lá fomos para o Rancho. Na sede, assistimos um Making of e começaram as entrevistas. Primeiro, a produtora Catherine Winder, depois o diretor Dani Filoni, e então o animador Sergio e o editor Nic.
E fiquei no suspense... conseguiria eu? Tan-nammm
SIM! Fiz uma entrevista exclusiva com George Lucas!
Emoção total! Conquista Nerd total! Incrível!
Ainda fiquei conversando com StarTroupers que estavam por lá. Eles me contaram que eram fãs de StarWars e que estavam lá de graça. Será? Mas o melhor foi quando um deles me perguntou de onde eu era:
(em inglês)
-Brasil.
-Brasil? Nossa, você viu o que aconteceu com o Felipe Massa hoje de manhã?
-Hã???
Bom, ficamos um tempo conversando sobre o Massa e o Senna. Depois, conversei com os técnicos que trabalharam no filme e estavam lá para fazer algumas demonstrações.
Boas histórias. Uma eu até chorei... sério mesmo... mas fica pra outro dia.
Depois destas fortes emoções, voltei para San Francisco e fui realocada em outro hotel: saí do Carlton-Ritz para o Four Season. Chato né? Ainda consegui fazer um sightseeing a pé pela cidade. E segunda de manhã, de volta ao aeroporto. Agora, São Paulo via Dallas.
Eu e a grande excursão da Tia Zininha (!) vinda da Disney. Pois é...
Enfim, delícia, delícia.
Ai, ai...

Um comentário:

Joana disse...

patê!!!! depois vai ter que contar porque chorou... rs! bjs joana