quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

GLEE

adoro Nerds que levam tudo a sério

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Sherlock Holmes

é Sherlock, mas é muito Guy Ritchie.
Robert Downey Jr e Jude Law estão o máximo

adoro presentes


estou adorando meus amigos secretos

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

e numa tarde de sexta-feira...

scan na cara

e o pior é que a gente tem muita coisa pra fazer

Moon River

certos momentos são, e devem ser, inesquecíveis

Clube de Leitura

entrar para um clube de leitura, pela primeira vez, já foi emocionante
ler as palavras de Clarice Lispector e conversar sobre elas com queridas amigas, e novas, foi uma delícia
nunca tinha lido um livro de Clarice, porque não me lembro e isso teria sido inesquecível
confesso que demorei para entrar em seu universo e entender sua alma em confllito
e também demorei para conseguir entender Ulisses, que me atormentava durante a leitura
mas me indentifiquei com Lóri e suas angústias
nosso encontro foi muito divertido
conversar sobre as palavras de Clarice e sobre nossos sentimentos foi incrível
adorei o livro e adorei o clube
não é novo mas muito moderno: "Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres " (1969)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

blueskies

by Erik Johansson

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

AVATAR


eu amo começar o meu dia no cinema, tem coisa melhor?mas hoje eu comecei o dia, e a semana, em grande estilo: no Imax
eu estava enlouquecida pra ver "AVATAR", novo filme de James Cameron
e graças a Aline e ao Zaca, fomos assistir em primeira mão na cabine para jornalistas
eu AMEI "Avatar"
apesar do medo da expectativa ser maior do que o próprio filme, nada me decepcionou.
ainda mais em 3D no imax
a história é legal, tem um roteiro bem amarrado, e os efeitos são incríveis
james cameron é louco, mas é um gênio
video

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Who wears it better?

Roseli e Pati, numa tarde de sexta

Brigadista


sou a nova brigadista do prédio da HBO
depois de quatro horas de treinamento, eu não beijei o boneco, não segurei a mangueira e nem apaguei o fogo
mas vi uns vídeos de incêndio que por pouco não me fizeram chorar... só eu mesma pra chorar no curso de brigadista

Fúria de Titãs


uma das minhas lembranças da infância é a sessão da tarde com o incrível filme "Fúria de Titãs".
não posso esperar para ver a refilmagem estrelada por um dos meus atores favoritos, Sam Worthignton, e ainda Liam Neeson e Ralph Fiennes.
eu sei, refilmagens muitas vezes são decepcionantes, mas...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Meu sonho de consumo!

O visual é lindo e o uso bastante prático, mas mesmo achando esta "lareira portátil" muito legal, confesso que ela me dá um pouco de medo. O conceito criado por Fredrik Hyltén-Cavallius queima etanol, o que evita cheiro e fumaça, e uma camada isolante entre o refletor interno e a concha externa de cerâmica, mantém ele sempre resfriado. Desta forma, permite ainda que ele fique próximo de móveis e outro objetos sem riscos. Como é portátil e não precisa ser ligado em nada, você pode levá-lo para onde quiser. Só que aí está o meu medo. Não sei se eu confiaria naquelas perninhas. De qualquer forma, se for em um lugar sem crianças ou possibilidades de alguém derrubá-la, a lareirinha é muito bacana e provavelmente interessante para ambientes sem aquecimento geral. "Aquecidamente legaus"!




aliás, este blog é tudo!

MInha casa está mais charmosa



terça-feira, 24 de novembro de 2009

The trouble with fiction… is that it makes too much sense. Reality never makes sense.
— Aldous Huxley


(via Who Killed Tumblr?)

eles continuam geniais!

Um dos melhores filmes do ano!


Recomendo muito! Adorei.


o mamute foi pra Mumbai

foi a Fe Leite quem levou

domingo, 22 de novembro de 2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

o pó e o gás

eu não estou fazendo reforma no meu apartamento, mas isso não faz a menor diferença. todo dia, uma camada de pó branco é acumulada em cima de qualquer superfície lisa. o prédio está sendo pintado, mas antes, está acontecendo todo o processo de passar massa e lixar... um inferno. parece até que nevou no telhado das casas vizinhas...
e como o povo do prédio está empolgado, marcaram a reforma da Congás em todos os apartamentos: estão sendo instaladas as tubulações para o gás de rua, substituindo o botijão.
hoje foi meu dia.
oito da manhã, o funcionário devidamente uniformizado e identificado, entrou na minha cozinha (empoeirada). primeiro passo, tirar um varal da parede. um varal. isso é muito ruim. vocês fazem idéia da importância que um varal tem na vida da pessoa? ai ai...
desisti de ficar olhando. enquanto o funcionário uniformizado e identificado começa a furar minhas paredes, vou para a sala terminar de ler o último livro da Claudia Tajes que a Angela me emprestou "Só as Mulheres e as Baratas Sobreviverão" - recomendo muito, adoro os livros da Claudia Tajes... entre um capítulo e outro, barulho e barulho de furadeira.
dou uma espiada, paredes devidamente furadas e alguns ganchos pendurados.
vai demorar, vou aproveitar e arrumar as roupas lavadas que estão empilhadas na cadeira do quarto.
tá vindo um cheiro de queimado da área de serviço... tem respingos de cobre no chão. hum... tomara que o pó branco não deixe isso grudar.
ok, o que fazer agora?
posso começar a fazer o exercício diário que meu novo massagista/quiropata me passou, o Massagato (apelido carinhoso que a Re Afonso deu pra ele, em off, porque ele é massagista e ... gato). Mas pensando bem, estou tão dolorida da sessão de ontem. o Massagato apertou e esticou todos os meus músculos ontem... e se o cara me chamar, vou estar deitada no chão. Não, melhor não.
nossa, esse cheiro de queimado é forte
agora tem alguns canos de cobre pindurados na minha área de serviço... hum... será que eu pinto eles de branco ou deixo assim? posso fazer uma pintura decorativa ao redor dele, isso podia ser legal... acho minha casa tão careta, isso podia ser mais moderno...
eba, último cano instalado... Tinta branca! ah, ele tá pintando os canos!
e lá se vai meu plano de ter uma cozinha moderna...
ok, missão cumprida: e muito mais pó na minha casa.
já vi como vai ser o meu feriado: faxina


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

sábado, 14 de novembro de 2009

Amazonas FIlm Festival V


7 dias de viagem
8 discos cheios! trabalhamos pra carái
nenhum boto voltou comigo
novos amigos, muitas histórias
e ainda muitos filmes que eu não vi!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009





na piscina do novo Ariaú, que tem fundo infinito
com Raina



caipirinha!

COM MINHA PRIMA

Amazonas FIlm Festival IV


e o festival vai pra selva


estamos chegando no Ariaú, na selva
3 horas de barcos, um monte de entrevistas - debaixo do sol


Imaginem a cena:
John McTiernam, criador de Predador, Duro de Matar, brigando com um mini-macaco que rouba o saquinho de amendoim da mão dele e foge: "shame on you, shame on you"


isto foi a caça as botos, no meio do rio


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

* ontem eu vi o filme da minha prima aqui no festival, A Árvore da Música. Lindo, lindo. Estou feliz dela estar aqui

* vi hoje o ducumentário O Retorno de Rodolfo Nanni. Ele tem 85 anos, está aqui andando de cima pra baixo, dando entrevista, indo nos passeios - até no Ariaú! - e fez um filme no meio do sertão: é um exemplo.

* hoje tem festa de Bom Bumbá. alguém quer fotos?

Amazon Film Festival III

!!! crazy days!!!!


* Stefanie Powers é diva ao extremo. acabei de conseguir - com muito esforço e chantagem da assessoria de imprensa - uma entrevista com ela que foi pior que junket: ela posicionou o Rodrigo, mudou minha cadeira de lugar, reclamou, reclamou, reclamou e me mandou ser muito rápida. Ok, 3 minutos de você pra mim é mais que suficiente, querida.

* mesmo odiando qualquer programa sobre natureza selvagem, me obriguei a assistir Wild Opera, um documentario sobre a migração dos animais no Quenia, sem narração e com músicas clássicas. O filme é muito violento, chocante. e apesar de eu odiar ver cena de um bicho caçando e matando outros, num ponto do filme eu já tava torcendo praquela zebra burra morrer logo: vc não viu que o jacaré tá ai e já te atacou duas vezes, precisa ficar no mesmo lugar bebendo água, morre logo, zebra! ... o filme é ótimo, tem umas cenas incríveis!!!

* assisti um filme iraniano muito bom, mas muito iraniano. tinha até uma cena do cara penteando sua mula... literalmente

* passamos um dia no hotel Ariaú, no meio da selva. uma das melhores baladas do festival!!!! no dia seguinte, com muita ressaca, fomos caminhar na selva e ver os botos. a princípio, não podíamos nadar com eles - o grupo era grande e isso é prejudicial ao meio ambiente, blá blá - mas, no meio do passeio a louca da Claire Denis pula na água e fica gritando "Obligacion de nadar! Obligacion de nadar!" - AMEI!.. e pulei

domingo, 8 de novembro de 2009

Festival do Amazonas II


* The Road pra mim é um filme de terror. Eu fiquei angustiada durante duas horas, quase sem respirar. Não me entendam mal, eu gostei muito do filme, mas é uma história escabrosa - não recomendo para nenhum amigo meu que já tem filhos (um deles em explicou que depois da paternidade/maternidade, tudo fica mais sensível). O clima de tensão dura quase todo o filme. A trilha ajuda a dar essa sensação, depois descobri que um dos compositores é o Nick Cave. Viggo Mortensen sempre o máximo. Gostei muito mesmo, mas sofri.

* festa da Lacoste num centro cultural antigo de Manaus: o máximo. Eu amo dançar, mas os franceses se jogam! Stephany Powers também arrasou na pista. Maria Angela fez falta aqui pra me acompanhar!!!

* hoje fomos ao encontro das águas. um calor! nem o vento do barco ajudava. mas foi lindo - e durante o passeio, muitas entrevistas

Tutu e Rodrigo super animados pra trabalhar muito no barco embaixo de um sol escaldante e de um calor cruel
o famoso (e incrível) encontro das águas
voir: Claire Denis


sábado, 7 de novembro de 2009

* esqueci de dizer: aqui não tem mosquitos! é lindo... mesmo muito quente, o ph da água daqui não deixa mosquitos se ploliferarem

* a Lacoste, uma das patrocinadoras do festival, vai dar uma festa hoje a noite. no quarto de cada convidado, tinha um presentinho lacoste pra gente... eu amo ser vip

Amazonas Film Festival I

*antes de mais nada: ano que vem, começo a aprender francês. amigos, por favor, indiquem professores bons e BARATOS (je suis ploreter)

*primeiro desafio, ainda em SP: como colocar 2 malas, 1 case de equipamento, 1 case de tripé, 1 case com câmera, 2 mochilas, 1 cameraman, 1 produtor e 1 motorista dentro de um Astra?

* momento diva: descobri que sou perua ao ver que a minha mala é do tão grande quanto a mala da Stephanie Powers, convidada de honra

* calor, calor, calor: cada dia descubro um lugar novo no meu corpo onde eu consigo suar... por exemplo, atrás do joelho!

* o tapete vermenho em Manaus é guerra... e eu amo tapetes vermelho: fora o calor infernal, nenhum jornalista respeita seu espaço. nunca fui tão empurrada durante uma entrevista

* orgulho: no ano passado, entrevistei o Hugh Hudson (Revolução, Carruagens de Fogo) na Mostra. Fui enrevistá-lo ontem de novo e ele logo perguntou: - Where did I see you before? - (surpresa) Hammm... in São Paulo Film Festival... - That's right! Nice to see you again

* entrar no Teatro Amazonas é uma experiência incrível

* a cerimônia de abertura foi uma das mais longas que eu já vi

* como eu já tinha assitido ao filme de abertura -"Antes que o mundo acabe" de Ana Luisa Azevedo e que eu recomendo MUITO! - fugi da sala. fora, encontrei com a nossa assessoria de imprensa francesa. e a noite começou com a gente tomando caipirinha no bar do Largo São Sebastião
(nota mental: eu devia ter comido alguma coisa entre o meu almoço a uma da tarde e essa caipirinha as dez e meia da noite)

* nossos assessores franceses, da Le Public Sistème, são incríveis. estou adorando ser imprensa internacional

* é o máximo todo mundo ficar no mesmo hotel. você toma café do lado de celebridades, vêem elas na piscina (sem maquiagem), sabe com quem elas estão namorando...

* quando fui tomar café da manhã hoje, o pessoal do hotel estava tirando um lagarto verde brilhante e comprido (não era uma iguana - era bem fino) do jardim. só não gritei porque tinha um vidro entre nós

* o primeiro filme da competição foi "The Gift to Stalin" do Casaquistão. A primeira cena é um bando de garotos vendendo água no trem... logo depois, num vagão de um trem de refugiados, um vovô morre e deixa seu netinho sozinho no mundo... ... ... ...
não é ruim, é interessante. mas eu nem chorei

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Blogs que eu adoro

neste final de semana, estávamos na mesa do Obá, em pleno Días de los Muertos, comentando dos blogs que a gente lê sempre.
além dos sites dos amigos, acabamos sempre descobrindo outros que entram nos nossos favoritos.
pensando nessa conversa, resolvi listar alguns dos meus blogs favoritos...

para olhar coisas bonitas e pequenos detalhes
http://colunistas.ig.com.br/trecos/

para tentar mudar minha casa

para sonhar em costurar

para comer bem
http://receitascomsabor.blogspot.com/

para me inspirar
http://paintyhands.tumblr.com/

e porque meus amigos escrevem muito bem


terça-feira, 3 de novembro de 2009

Eu deveria ser uma jornalista séria e não ficar tirando foto...
mas dá pra resistir a tamanha simpatia?



segunda-feira, 2 de novembro de 2009

sexta-feira, 30 de outubro de 2009



acho que vou ser PATI



Numerologia


mudanças à vista
serei uma pessoa diferente: Patti está ficando para trás
agora chegou a Era da Pat ou da Pati (ainda estou decidindo) e da Patricia

na verdade, a pessoa que trabalha, que produz, dirige, escreve, cria - é a Patricia 

a pessoa que tem uma vida pessoal, que vai a festa, ri, namora, chora, vai ao cinema, que vive fora do trabalho - é a Pat ou Pati 

como uma boa geminiana, eu não sou uma só

com a Patricia, eu já estou bem acostumada
agora, preciso recriar a Pat ou a Pati
mas acho que 35 é um bom número para começar uma vida nova

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Mostra

eu adoro a Mostra de Cinema de São Paulo.
a primeira vez que eu fui na Mostra foi no meu terceiro colegial: na optativa de humanas, tinha aula de cinema. e aí, descobri a Mostra no cinema do Masp assisitindo The Commitments de Alan Parker (sim, eu entrego a minha idade!).
depois disso, o festival sempre fez parte da minha vida.
em 2004, trabalhei na Mostra pela primeira vez: um presente da Maria Angela que me indicou para ser produtora dos convidados. foi muito duro, mas gostei tanto que repeti em 2005.
nestes dois anos, foram experiências inesquecíveis: estar ao lado de premiados diretores como Danis Tanovic, Amos Gitai, Wolfgang Becker, Guy Maddin, entre muitos.
acompanhando o incansável Manoel de Oliveira (que já mordeu minhas bochechas duas vezes!), tive dois momentos inesquecíveis:
- em 2004, fui num jantar com Sr Manoel e Abbas Kiarostami (eu, entre os dois. muita emoção - Maria Angela estava junto para não me deixar mentir)
- em 2005, acompanhei o Sr Manoel para a sessão do documentário de Ingmar Bergman. ao entrar na sala lotada, sorrateiramente, ele foi reconhecido pelos fãs e aplaudido de pé. meu olho se enche de lágrimas até hoje de lembrar disso.
em 2006, já na HBO, não trabalhei mais na Mostra. Desde então, comecei a cobrir o festival: consegui, finalmente, ver os filmes e ainda fiz entrevistas com ídolos como Wim Wenders.
esperar a Mostra faz parte do meu calendário.
encontrar o Leon e a Renata na abertura é como dar início aos trabalhos.
assistir pela primeira vez a vinheta da Mostra é sinal que começa duas semanas incríveis .



quinta-feira, 15 de outubro de 2009

momento do dia

foi ótimo conversar com um cara pindurado do lado de fora da minha janela hoje *
me lembrou a casa da (alameda) Gabriel: térrea, sempre tinha alguém na janela

* o assunto foi a lavagem da fachada do prédio e se tinha entrado muita água no meu apartamento

Adoro

não posso passar na frente da Emme que eu já quero comprar a loja inteira

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Filhos do Carnaval

ontem foi nosso segundo dia de gravação do terceiro especial sobre Filhos do Carnaval: Elas Reinam. Um programa que fala do crescimento dos papéis femininos na série nesta segunda temporada e é apresentado por Gustavo Falcão.

Depois de um dia horrível de gravação na quarta, quando choveu o dia inteiro impiedosamente e nos obrigou a sair a caça de lugares cobertos e emblemáticos do Rio, quando conseguimos gravar apenas 7 de 22 cabeças, quando nos preocupamos muito com a previsão do tempo do dia seguinte, enfrentamos nossa segunda empreitada.

a quinta-feira começou cedo, as 5h30 da manhã, com o nosso ator sendo maquiado na varanda do nosso quarto. com o dia já claro, ele, a maquiadora e eu vimos um casal de pássaros namorando na antena de um prédio em frente. Ficamos pensando que pássaros eram aqueles... de repente, um voou em nossa direção, passando muito perto de nós: era uma águia. linda. e ai veio em minha cabeça a frase de Nilo na série: todo o chefe do jogo do bicho é águia. achei aquilo um sinal, Gebarão estava olhando a gente de perto. Pedi a benção.

nosso segundo dia começou as 7h num cenário do Arpoador frio e nublado. as 10h o sol se abriu, contradizendo todas as previsões, e gravamos 18 cabeças (regravamos algumas) num Rio de Janeiro maravilhoso e abençoado.
um dia feliz, com tudo dando certo, e finalizando os especiais de FIlhos do Carnaval com o cenário carioquíssimo.

obrigada águia, obrigada gebarão

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

(500) Days of Summer

adorei esse filme.
adorei os atores, a história.
e não vou conseguir viver sem esta trilha sonora.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Minhas novas paixões em casa



o Darth Vader que o Zaca me trouxe da ComicCon



este imã de geladeira super OldStile que a Mari me deu



a caixa de costura da minha vó Nena que agora está lá em casa

Posted by Picasa

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

sábado, 29 de agosto de 2009

e como diria a Re, filosofando numa mesa de bar:
quando você se depara com um precipício,
seguir em frente é dar uma passo para trás

sábado de sol

depois de tanta chuva, acordar num sábado de sol é simplesmente uma deleicia
pensei em andar no Ibirapuera, mas confesso que o parque no final de semana é meio complicado. muita gente, muita gente, sempre fico com medo de ser atropelada por uma bicicleta
e se era para caminhar e ver gente, abondenei a idéia do parque e fui bater perna por Moema
adoro
vi preços de cama (faz sete anos que durmo num colchão no chão, acho que está na hora de mudar) e fiquei deprimida... descobri que tudo o que eu gosto é um pouco caro e que marfim, que é a cor da minha cômoda, está fora de moda e é considerado brega... bom, se nem consigo comprar a cama, nem vou pensar em trocar a cômoda. Marfim tá lindo
parei na Casa Manon para comprar um afinador de violão. eu nunca fui capaz de afiná-lo (desafinar eu sou mestre) e contava com o meu porteiro para fazer isso, mas ele não trabalha mais no prédio e meu violão ficou realmente fora do tom (depois de ver o documentário da Patti Smith e descobrir que nem ela afina, fiquei me sentindo um pouco melhor, mas isso não resolveu meu problema). comprei um baratinho e vou testá-lo em alguns minutos. durante minha compra, fiquei um tempão na loja paquerando uns instrumentos: tinha um cello novinho brilhando em minha direção; paquerei muito uma guitarra golden stile vermelha linda, e parei num violão preto com uns desenhos meios gregos... posso passar horas na Casa Manon... se tivesse tempo sobrando, estudaria mais música...
na volta, parei num horti-frutti para um suco de melancia e liguei para o Jaber para pedir meu almoço, que eu retiraria no caminho de casa...
e pra terminar minha manhã/tarde, almocei assistindo o filme "A Garçonete" - falei muito dele ontem e estava passando na tv... perfeito

terça-feira, 25 de agosto de 2009

sábado, 22 de agosto de 2009

Celtic

Hoje eu me fechei no meu casulo. Fiquei muito triste com toda a chuva no Rio, atrapalhando a nossa gravação. Eu sei que não é culpa de ninguém, que acontece, mas é muito frustante. Muito, muito. Toda uma equipe trabalhando tanto e a chuva lavando as nossa imagens.
Então, hoje fiquei quietinha.
E nos meus dias de casulo, eu sempre procuro conforto no meu oráculo preferido, as Runas.
Sempre me faz bem.
Depois disso, fiquei navegando no computador procurando alguns símbolos celtas - quero fazer uma outra tatuagem - e acabei achando o um horóscopo celta, baseado no calendário do druidas.
Este é o meu signo celta:
Oak - The Stabilizer
Those born under the Celtic tree astrology sign of the Oak have a special gift of strength. They are protective people and often become a champion for those who do not have a voice. In other words, the Oak is the crusader and the spokesperson for the underdog. Nurturing, generous and helpful, you are a gentle giant among the Celtic zodiac signs. You exude an easy confidence and naturally assume everything will work out to a positive outcome. You have a deep respect for history and ancestry, and many people with this sign become teachers. You love to impart your knowledge of the past to others. Oak signs have a need for structure, and will often go to great lengths to gain the feeling of control in their lives. Healthy Oak signs live long, full, happy lives and enjoy large family settings and are likely to be involved with large social/community networks. Oak signs pair off well with the Ash and Reed, and are known to harmoniously join with Ivy signs too.

Descobri que a minha tatuagem, que é um símbolo budista, também é vista nos antigos desenhos celtas.
E já tenho novas idéias: celtic tree of life, celtic heart, celtic pentaflower...


domingo, 16 de agosto de 2009

Rio Rio Rio

Chegar no Rio hoje, numa tarde de muito sol e calor, me fez ficar com lágrimas nos olhos. Toda vez que eu chego no Rio, saio do avião e já sinto a maresia, me pergunto porque fiquei tanto tempo longe.

Depois de pegar os 7 volumes de malas, enfiar num taxi, tirar do taxi e deixá-los devidamente separadas nos dois quartos, Albert e eu saímos do hotel para caminhar. O plano era ir até o Samba da Shirley, mas como o Alberto varou a noite anterior, o objetivo foi simplesmente comer. Andamos de Copa até o Leblon. O desejo era de Jobi, mas a fome nos deixou alguns quarterões antes. Paramos na Conversa Fiada com o Oswaldo Aranha. Dois chopps e de taxi direto para o hotel. Albert quase dorimiu em cima do Oswaldo.

Mas aí me vi sozinha num quarto as oito da noite em Copacabana. Muito errado. Não tive outra escolha a não ser sair para dar outra caminhada.
Andar com uma brisa gelada dá ainda mais ânimo.
Decidi ir sem o Ipod, para escutar a conversa dos outros. Ouvi português com muitos sotaques e um calçadão invadido pelo francês.
Passei bem devagar na frente daqueles que se sentam sozinhos nos bancos da calçada só para ver gente.
Andei até o Copacabana Palace, porque não vale vir aqui sem passar por ele.
Caminhei elaborando várias crônicas imaiginárias que nunca vou escrever.
Tomei água de coco no quiosque ainda antigo, no meio dos mais modernos.
Sorri sozinha pensando que, todos os dias, centenas de pessoas pagam muitas centenas de dólares para andar nesse mesmo calçadão.
E quase duas horas depois, voltei feliz, ainda escutando o barulho do mar, para trabalhar muito nestes próximos dias.
Adoro o Rio.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Fase nova

Ontem eu trabalhei e fui para a ginástica.
Só depois que eu tinha suado bastante, tomado banho e me arrumado é que eu fui para o StudioSP encontrar com a Mari Sugai para ver o show do Moptop.
Depois da ginástica, ainda dancei o show inteiro!
Adoro o Moptop

Parte não saudável: meu jantar foi uma esfirra de um real e meio na Augusta... não era nem carne moída, era um negócio compacto parecendo hamburguer dentro da massa... mas o que não mata engorda, não é mesmo?

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Mico na versão integral

encontrei toda a minha entrevista na internet.
eu podia ter sido mais simpática né? eu realmente não estava a fim...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Stop Motion Maravilhoso

No Anima Mundi, fiquei morrendo de vontade de fazer um curta com fotos.
Mas acho que nunca vou conseguir fazer um tão lindo quanto este aqui. É maravilhoso...

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Alma inquieta

A Fu me contou, uma vez, a teoria das almas. E eu nunca mais esqueci: as almas têm o mesmo tamanho - então, quando ela está num corpo grande (uma pessoa alta) ela tem espaço e conforto, por isso as pessoas altas têm tendência a serem calmas. já quando a alma está num corpo pequeno (uma pessoa baixinha) ela fica apertada e incomodada, por isso os baixinhos são sempre envocados.
Claro, isso é só uma historinha. Mas como uma boa e brava baixinha, isso pra mim faz sentido. :)
E nos últimos dias, semanas, a minha alma anda inquieta - veja bem, inquieta, não aflita ou incomodada - inquieta.
Não sei se foi o aniversário, o septêmio, as férias, o rally, um pouco disso ou nada disso, mas parece que minha alma quer expandir. 
A minha alma ultrapassa o meu coração, onde sempre cabe mais um: na minha alma, cabe tudo. Sonhos, realidades, passado, futuro, agora, depois, amados, odiados, risadas, lágrimas, viagens, sossegos, violão, cinema, teatro, roteiros, trabalhos, famosos, anônimos, saudades, memórias, falta de memória, rascunhos, garranchos, gravuras, otimismo, pensamento positivo...
o problema é fazer meu corpo acompanhar as aspirações da alma.

Então, nesta semana, pra ver se eu sossego um pouco, consegui tomar duas decisões imediatas: voltar pra terapia e pra ginástica.
Meu consolo a longo prazo: eu tenho a vida inteira para expandir junto com a minha alma. 
Tem tempo...

domingo, 26 de julho de 2009

Meus pequenos prazeres em casa


adoro a sapatilha-para-fica-em-casa que a Fu e a Fe me deram
não sai do meu pé


adoro minha mini-coleção de caixinha de música, desta assim, só engrenagem numa caixinha de papel
a primeira que eu comprei foi em Berlim há dois anos atrás, tocando MoonRiver



adoro minha SmileBall que a Re e a Ale me deram
ela só fala coisas bonitas para mim
...
e ela fica junto dos meus toys