quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Meu Blog

Me rendi.
Resolvi ter um Blog.
Eu evitei, adiei, até fiz que não era comigo... mas, não consigo mais resistir.
Eu quero ter um Blog.
Por que agora?
Então...
Tudo começou com os Blogs das minhas amigas (Toty, Ana e Fefet). Eu adoro os três. Adoro dividir os momentos com elas (na verdade, elas é que dividem os pensamentos comigo). Seus blogs me inspiravam...
Daí, eu pensava nas minhas crônicas imaginárias... sim, eu escrevo crônicas imaginárias. Acontecia alguma coisa e eu logo começava a pensar “Preciso escrever uma crônica sobre isso”. E seguia imaginando a crônica na minha cabeça, começaria assim, iria para este caminho, teria essa parte divertida, contaria isso, terminaria desta maneira, e pronto, tá linda... só que elas nunca saíam da minha cabeça...
Elas pareciam aquelas fotos imaginárias que Kirsten Dunst tira em “Tudo Acontece em Elysabethtown” (contra vários amigos, eu adoro esse filme!) ou ainda como os poemas que Liv Tyler escrevia em “Beleza Roubada” e depois rasgava, queimava e jogava ao vento para nunca ninguém ler... como minhas crônicas imaginárias.
Agora, se a vontade eu tinha, faltava uma faísca pra eu começar.
E neste final de semana, encontrei duas faíscas: uma peça de teatro que eu assisti e um livro que eu li. Eu quero tanto falar deles, indicar para os amigos... e por isso, pensei no Blog. Eu não quero só repartir meus pensamentos, crônicas ou momentos engraçados da minha vida, mas também o que eu ouço, vejo e experimento de interessante.
Como por exemplo, eu não consegui falar pra todo mundo que um dos melhores filmes que eu vi na Mostra foi “Postales de Leningrado” e que ninguém podia deixar de vê-lo. Ou que um dos programas que eu mais gosto de ver na TV hoje em dia é a série “Flight Of The Conchords” que passa na HBO Plus.
Tantas coisas legais estão por aí.
E também quero ouvir o que meus amigos pensam de tudo isso.
Enfim, me rendi ao Blog.
Bem-vindos o perigoso munda da minha mente.

Prometo NÃO escrever todos os dias.

3 comentários:

Ledesma disse...

Patti,

Teu blog começa lá em cima. Teu jeito de transformar tuas "crônicas imaginárias" em palavras é delicioso. Parabéns!

Marianna disse...

Prometo ler sempre!

Aliás escrever um blog é a sua cara sabia?

Beijinhos e boa sorte!

Mari

Paulita disse...

Se joga no blog, Patti! =)

bezu

Paulita